Vamos tentar lembrar todos os que dele fizeram parte, agora que 2012 ditou o fim desta competição, cheia de tradição, empenho e história, e que foi resultado de uma saga de quase 100anos.

Em tempos surgiu um blogue que pretendeu fazer a história deste futebol.Logo desistiu. Depois, um site mais ambicioso, entre outras competições, também lhe deu guarida. Mas desapareceu, e com ele toda a informação.

A um e outro, forneci os dados recolhidos durante alguns anos nos jornais da Biblioteca Municipal do Porto. Agora, vou tentar dar a estes bravos, clubes e jogadores, a importância que eles tem.

25 setembro, 2012

As competições e os vencedores

              As primeiras oito edições da prova disputaram-se numa só divisão. As equipas que não se apuravam na fase inicial participavam numa prova extraordinária, como forma de manter actividade por mais tempo, o que significa não perder aderentes. Afinal, perder ninguém gosta…

              Mas a crescente adesão de participantes torna impraticável a manutenção desta forma de competir. Por outro lado, também aqui, as clivagens entre os participantes se vão acentuando, originando confrontos desequilibrados, o que sugere a conveniência de nivelar as participações. Criam-se então as divisões, chamadas de 1ª, 2ª e 3ª divisões. Mas este designativo tem carga pejorativa para a maioria dos participantes, e logo após quatro épocas se volta á divisão única. Dura esta repetitiva forma nove épocas. Mas as razões da primeira tentativa mantêm-se e volta-se à forma de divisões. Agora contudo as designações são menos “desprestigiantes”. Divisão de Honra, divisão A, B e C.

              Mas a saga esgota-se. Chegam ao fim, apenas  6 colectividades, numa prova onde passaram, ao longo destes cerca de 50 anos, quase 300 clubes!


Enviar um comentário